3 de set de 2009

Abandonada?

Abandonada?

Quantas vezes não nos sentimos abandonados,
sozinhos, relegados a um último lugar?
E nesses momentos, não sabemos muitas vezes,
qual o caminho a seguir; por onde ir e até mesmo,
aonde chegar; estamos literalmente abandonados!
Não apenas, abandonados, pelo próximo!
Mas, infelizmente, por nós mesmos!
E isso, que nos dói mais!
Sentimos nossa vida vazia, e sem qualquer razão
de continuar; pois a esperança foi perdida!
Será que ainda existe - pelo menos - um pouco,
de lucidez, em nossos atos?
Onde foi parar a nossa sabedoria, em que
encruzilhada da vida, se desviou de nós?
Será agora tarde demais, para sair à sua procura?
E se a encontrarmos, o que faremos com ela?
Saberemos ainda, como agir, discernir ou
até mesmo, "re-viver" ou "re-aprender" a sentir,
ou ouvir seus sentimentos ou conselhos, para poder
seguir a vida, não como antes; mas pelo menos,
tentando "re-erguer" a cabeça, e "re-começar" outra vez!

Nenhum comentário:

Postar um comentário