28 de abr de 2013

Eu voltei!

Oie...

Acho que nem perceberam que, literalmente, sumi! snifff
Mas não virei purpurina! rsrs

Espero que me desculpem, mas este post aqui, 
é só para avisar, que ainda estou viva!
Ainda bem!

A vida está um corre-corre terrível, e por isso, não tive tempo,
para aparecer e trazer algumas novidades!
Me desculpem, por favor!
Mas acho que a inspiração deu uma parada!

E - sabem - acho que nem sentiram minha falta, que pena!
Mas... se perceberam, deixem algum recado, 
que me fará muito bem e prometo responder, ok?

Assim, que for possível, volto e trago umas coisas bem legais, para vocês!
Não me esqueçam!
Beijosss...

12 de ago de 2012

Pai... Uma viagem no tempo...



Pai... Uma viagem no tempo...

Parece que foi ontem...
Meus primeiros passos e primeiros tombos...
Meu primeiro rabisco, numa folha de papel!
Meu primeiro livro e a maravilha da descoberta,
de um novo mundo!
O encontro com o mar e sua imensidão!
O encantamento com a natureza,
aprendendo desde cedo
a dar importância à vida e preservá-la!

A primeira briga e a lágrima que apareceu!
As birras e as raivas!
E o tempo passava, rapidamente!
Seus olhos azuis, quais safiras,
iluminando meus caminhos;
associados a sua mão à me encorajar
para prosseguir!

Sempre que precisava, você estava presente!
As experiências se sucediam,
como uma avalanche, montanha abaixo!
O ingresso na faculdade e seu abraço de alegria,
por mais uma etapa alcançada!
Ah, o dia em que recebi meu diploma!
Como você estava radiante...
Mas não deixou de dizer:
-“Este é o primeiro degrau, muitos outros virão!
A sua escolha lhe será cobrada pelo resto de seus dias,
Mas nunca esmoreça!
Jamais!”
Como poderia esquecer???

O tempo passava, e você ao meu lado,
me orientando e estimulando!
O casamento!
Ah, nunca havia visto seu olhar tão embaçado!
Mas, mesmo assim disse:
-“Seja muito feliz e lembre-se sempre como foi criada!
Mas não se esqueça, que será sempre...
Minha filha querida!”

E o relógio do tempo não parava!
E assim, você soube da novidade!
Seria avô!
Sua emoção foi imensa!
Mais um tempo, e seu neto nasceu!
Nunca esquecerei desse dia!
Foi à primeira vez que o vi chorar!
Mas de alegria...
E ainda por cima, me agradeceu
pelo maior presente de sua vida!

Conforme os dias passavam, vocês dois
iam se tornando cada vez mais unidos.
E assim, foi vendo seu neto crescer
e se tornar um adolescente!
Ele já estava se preparando para o vestibular,
E lhe disse:
-“Vô, vou entrar na faculdade e dedicar a você!
Quer apostar?”
Você apenas respondeu:
-“Disso tenho certeza absoluta!”

Mas... a ampulheta do destino
havia marcado um tempo, pré-estabelecido!
Abruptamente, sem ninguém esperar,
de um acidente banal,
você partiu deste plano!
E não pode comemorar,
para ver o desejo de seu neto
se tornar realidade!
Quando ele ingressou na faculdade,
suas primeiras palavras (olhando para os céus) foram:
-“Vô, não disse que ia entrar para você? Entrei!”
E já fazem 12 anos...

Ainda está sendo difícil conviver com esta mudança!
Mas vamos seguindo,
conforme você sempre nos orientou!
Sua presença faz muita falta,
mas sabemos que onde está,
sempre zelará por nós!

Obrigado, meu Pai querido...
Por ter me permitido ser sua filha!
Meu coração ainda ouve suas palavras
e sente seu abraço!
Até breve!

Sua filha...
Betty
12/08/2012
12º ano do Dia dos Pais, sem o meu paizinho!

12 de mai de 2012

Dia das Mães....

Dia das Mães...
Será só domingo agora?
Acredito que não!
São todos os dias... sempre!
Mesmo as mães, que são pais (ou vice-versa),
tias, avós, madrinhas...
Biológicas ou não...
Mas apenas mães...
Que seu dia seja de paz e esperança...
Repleto de amor!
Guerreira

21 de abr de 2012


Na estrada da vida....

No último verão,  não pensei em mais nada!
Apesar de distantes, estivemos juntos 
como antigamente!
Não precisamos ir a qualquer lugar,
pois estavámos juntos, mais uma vez!
Nossas estradas novamente se encontraram...
Mas... foi apenas um sonho!
Pois envelhecemos, e nos distanciamos
pelas estradas da vida, percorridas na juventude!

Guerreira
21/04/12
***

24 de mar de 2012

Lembranças


Lembranças... que se perderam... no tempo!

Ao olhar através do espelho, parece que percorri um longo caminho!
Mudei? Envelheci? Me transformei em quê... ou pior, no quê?
Foi tão nítida a mudança, que não me reconheço mais!
Onde foi parar aquele olhar, que conseguia enxergar através de outros olhos?
E aquela sensação que se avizinha, quando o perigo, se faz iminente?
Por onde passei, o que deixei de lembranças?
Qual o caminho que percorri, através das escolhas erradas, nas encruzilhadas da vida?
O que deixei de recordação? Uma foto amarelada, um laço jogado ou uma carta rasgada?
Que som me definiria, afinal? O  canto triste e solitário do uirapuru ou o do alegre rouxinol?
Qual a cor que me acompanhou, neste percursso? 
O azul, da cor do céu; ou o preto, escuro como noites sem lua?
Deixei alguma coisa? Sinceramente? Não sei!
Só deixei que devo ter deixado algo, a tristeza de uma vida, mudada pelo meio!

Guerreira
23/03/12

22 de mar de 2012

Aniversário de 5 anos do Blog

Aniversário de 5 anos do Blog!

Nossa, parece que foi ontem...
E há 5 anos atrás, começava nossa história aqui!
Ocorreram tropeços, alegrias, tristezas, distanciamentos e ausências...
Mas, dentro do possível, tentava estar por aqui!

Agradeço a cada um, que conseguiu fazer deste mundinho virtual, 
um pouco mais real; pela presença constante; 
e palavras de incentivo e de críticas, também!
Obrigado, de coração.
Não me abandonem...
Porque vocês são a razão de continuar, apesar de tudo!
Até de repente!

Feliz Aniversário, para vocês...
Que fizeram do Blog da Guerreira, 
quem ele é!
De vocês, apenas...

17 de jan de 2012

Cacos...


Cacos...

Sou apenas cacos, do que um dia fui!
Antes um cristal translucido e brilhante...
Hoje, vidro embaçado em pedaços mal recortados!
Não sei se ao me olhar no espelho,
vejo o reflexo disforme de uma alma amargurada...
Ou apenas a visão real, de algo em que me transformei!

Guerreira